shutterstock_668284741.jpg

Dermatologia na Gestação

Alterações na Gestação

Acrocórdons
Cloasma/Melasma
Dermatite Papulosa da Gravidez
Estrias no abdome, quadris, nádegas e mamas.
Edema ( inchaço) nas pernas
Eflúvio Telógeno ( queda de cabelo ) de um a cinco meses após o parto. 
Herpes Gestacional.
Hiperpigmentação de mamilos, aréolas, genitália externa e linha alba.
Impetigo Herpetiforme.
Prurigo Gravídico 
Placas e Pápulas Urticariformes Pruriginosas da Gravidez
Prurigo Gestacional

Dermatite Papular da Gestação

 

É rara, pode se iniciar em qualquer momento da gestação, caracteriza-se por pequenas pápulas avermelhadas e coceira generalizadas. O problema tende a recorrer em gestações futuras

 

Estrias na Gestação

 

As estrias são comuns no abdome, quadril, nádegas e mamas e ocorrem por aumento da atividade da adrenal e distensão da pele nestas regiões, no início são rosadas, com ou sem coceira e depois tornam-se esbranquiçadas.

 

 

Eflúvio telógeno

 

Ocorre uma mudança precipitada dos cabelos anágenos para telógenos. Ele pode ser causado por uma série de fatores estressantes físicos ou emocionais, como por exemplo: hipo/hipertiroidismo, pós parto, peri ou pós menopausa, deprivação calórica e/ou protéica ( regimes ) , deficiência de ácido graxos, deficiência de zinco, biotina e /ou ferro, drogas como anticoagulantes, inibidores da ECA, quimioterápicos, beta bloqueadores, lítio, anticoncepcional oral, retinóides, ácido valpróico, excesso de vitamina A, anemia, cirurgia, stress físico, stress emocional, doenças sistêmicas. Costuma iniciar-se de 3 a 4 meses após o evento causador, se o evento se cessar a queda se resolve após vários meses e pode demorar de 6 a 12 meses para o cabelo retonar ao basal, geralmente é reversível.

 

 

Pápulas e placas urticadas pruriginosas da gestação ( PUPP) 

 

Ocorre no fim do terceiro trimestre de gestação, as lesões iniciam-se nas estrias distensas do abdome ao redor do umbigo, e evoluem por todo o abdome ao redor,  podem se espalhar e envolver nádegas e coxas, são pápulas e placas avermelhadas que apresentam muita coceira. As lesões se resolvem espontaneamente alguns dias após o parto.

 

Prurigo Gravídico ou Colestase da Gestação

 

Ocorre tardiamente na gestação e cursa com muita coceira generalizada, podendo antecipar uma icterícia, pode ocorrer fadiga, anorexia, náuseas e vômitos, elevação das transaminases hepáticas e bilirrubinas. A colestase e a coceira remitem após o parto, e o problema tende a recorrer nas próximas gestações.

 

Penfigóide ou Herpes Gestacional

 

É uma doença bolhosa da gestação que apresenta muita coceira, resolve após o parto e tende a ser recorrente nas outras gestações.

 

Prurigo Gestacional

 

Ocorre entre o quarto e nono mês de gestação, e se caracteriza por pápulas, com coceira, localizadas nos braços, coxas e tronco.

 

 

Além dessas, podem ocorrer:

 

- Aparecimento ou piora do melasma.

-Melhora, piora ou aparecimento de acne.