Caçoa bolhas de sopro

Dermatologia Pediátrica

Doenças recorrentes na infância

Dermatite Atópica

            É uma doença crônica que ocorre durante a infância, pode ser associada à aumento sanguíneo de IgE, rinite alérgica e/ou asma e história familiar de dermatite atópica. Não existe  um exame específico e sim uma série de manifestações clínicas que são favoráveis para este diagnóstico, algumas delas são: coceira, lesões crônicas em áreas flexoras de membros superiores e inferiores, lesões faciais na infância, ressecamento de pele, infecções cutâneas, queratose pilar, pitiríase alba, eczema no mamilo, acentuação perifolicular, entre outros sinais. 50% dos pacientes desenvolvem a dermatite atópica no primeiro ano de vida e 30% desenvolvem entre 1 e 5 anos de vida, 80% podem desenvolver rinite e asma no decorrer da infância. Vários estudos mostram que alguns tipos de alimentos podem exacerbar a dermatite atópica. 

            As lesões são em geral avermelhadas, ásperas, descamativas e muito pruriginosas (coceira).

 

Miliária

            Ocorre por obstrução da glândula sudorípara écrina, que é responsável pela produção do suor, quando o fluxo do mesmo para a pele é obstruído pode ocorrer a miliária, observamos em adultos e crianças, mas com maior frequência em crianças. 

            Se apresentam como pápulas avermelhadas ou cor da pele, com ou sem prurido.

 

Verrugas Virais

            São causadas pelo HPV ( papiloma vírus humano ), e transmitidas por contato direto na pele contaminada ou contato com objetos contaminados, tem uma prevalência de 4 a 33% em crianças em idade escolar e os locais mais comumente acometidos são as mãos e pés. Existem os subtipos que acometem mais região genital e órgãos genitais internos femininos, como colo do útero.

 

Dermatite Seborreica

            É uma doença comum, crônica e recorrente, não contagiosa e que ocorre mais em áreas ricas em glândulas sebáceas, com preferência de couro cabeludo, face, orelhas/ouvidos, tronco e áreas intertriginosas. 

            Ocorre em crianças e adultos, com picos de incidência nos primeiros 3 meses de vida e depois dos 40 anos a 70 anos. Pode estar associada à doenças neurológicas, piora com variações de temperatura, exposição UVA, stress, bebida alcoólica, banho quente/demorado. Apresenta incidência importante em pacientes com HIV e inclusive com lesões mais exuberantes. 

            Se caracteriza por lesões avermelhadas e descamativas nos locais acometidos.

 

Molusco contagioso

            É uma infecção viral causada por um parapoxvírus, atinge somente a pele e é muito mais comum em crianças atópicas, transmitida por contato direto. Em adultos observamos na área genital e ocorre em geral por transmissão sexual. São pápulas pequenas cor da pele e podem ter umbelicação central.

 

Impetigo

            É uma doença de pele infecciosa superficial de causa bacteriana, pode ocorrer na forma bolhosa ou não bolhosa, mais comum em crianças com higiene precária, é contagiosa. Se caracteriza por pústulas e vermelhidão ao redor das mesmas.